Forte de Nossa Senhora da Saúde da Trafaria

Forte N. Sra. da Saúde da Trafaria

Somente em 1683 se regista a primeira edificação em alvenaria: o Forte da Trafaria, erigido no reinado de D. Pedro II. A fortaleza não reúne unanimidade relativamente à eficácia defensiva, pois apenas impediria um possível desembarque. A documentação refere que, em 1711, a fortificação se encontrava artilhada. Funcionou como presídio e fortaleza marítima desde 1831 até 1833. Pouco tempo depois de terminadas as guerras liberais, foi abandonado. Mais tarde, durante o século XIX / XX, aqui se instalam pequenas indústrias: guanos para saboaria, fábrica de explosivos e infraestruturas de produção de conservas de peixe. Seguiu-se a função de viveiro das matas nacionais. O conjunto é composto por 7 edifícios (de diferentes épocas) principais, incluindo a Ermida da Nossa Senhora da Saúde e alguns de menor expressão. As instalações e a sua dimensão são razoavelmente amplas e o relativo isolamento favoreceu o aproveitamento da fortaleza para diferentes fins.

 

Nota: O Forte da Trafaria não é visitável.

Localização:

Trafaria

Mapa