Procissão de Nossa Senhora do Bom Sucesso

Bom sucesso_2
bom sucesso_2
Bom sucesso_4

Os habitantes de Cacilhas atribuem a Nossa Senhora do Bom Sucesso, o recuo de uma assustadora onda gigante que ameaçou submergir a povoação durante o terramoto de 1755.

A procissão anual a ela dedicada evoca o gesto do catraeiro Pedro da Silva, que no dia do terramoto, vendo as águas do Tejo a invadir Cacilhas, foi buscar à capela da povoação a imagem de Nossa Senhora do Bom Sucesso, levando-a ao colo até ao cais. Diz-se que lentamente, a partir desse instante, as águas começaram a descer. Desde então Nossa Senhora do Bom Sucesso é a padroeira de Cacilhas e celebrada em procissão no dia do acontecimento, 1 de novembro.

Atualmente, o som dos foguetes anuncia a alvorada desse dia e o cortejo, organizado pela Irmandade do Bom Sucesso, sai da Igreja Paroquial de Cacilhas e percorre as ruas até Almada, retornando a Cacilhas e parando frente ao rio Tejo onde os apitos dos cacilheiros, enfeitados e alinhados na margem, saúdam a imagem. A Banda dos Bombeiros Voluntários de Cacilhas acompanha todo o cortejo.

Cacilhas, anual